Arquivos da Tag: Jesus

Ouça O Senhor

Ouça o Senhor

Amós era um agricultor que criava ovelhas e colhia figos. Certo dia, enquanto trabalhava ouviu a voz do Senhor que o chamava. Como um bom amigo com quem conversamos Deus também fala conosco. Quando aprendemos a ouvir a voz de Deus, ele fala de diversas maneiras, por meio de sua Palavra revelada, a Bíblia e nas situações do dia a dia; às vezes nos aconselha usando uma pessoa, e demonstra o amor e o cuidado que tem por nós por meio de sua criação. Podemos ouvi-lo das maneiras mais inesperadas.

Sua voz nem sempre é audível e pode ser doce, cheia de amor e aprovação, ou uma voz de repreensão, como um trovão. A voz que Amós ouviu (7.15) chamou-o para assumir um compromisso, realizar uma tarefa. Deus queria falar com seu povo, mas as pessoas não sabiam ouvir. Estavam com o coração endurecido, e  a tarefa de Amós era transmitir a mensagem divina. Muitas vezes não conseguimos entender o que o Senhor nos diz  porque estamos com o coração fechado, endurecido. O que endurece nosso coração? O povo para quem Amós profetizou estava assim por praticar uma religiosidade falsa.

Participavam das atividades certas, mas não tinham fé. Por falta de fé tornaram-se orgulhosos e começaram a tratar uns com os outros de forma desumana. A falta de sinceridade nas nossas orações e nas atitudes do dia a dia é um dos motivos que nos impede de ouvir a voz de Deus. Se nosso amor por ele for sincero, o Senhor falará com carinho, chamando-nos a andar com ele.

Se por algum motivo nos deixar-mos levar pelo orgulho e pela falsidade e trancar-mos nosso coração, sua voz ressoará como um trovão. De uma forma ou de outra, Deus falará conosco. Se errarmos como aquele povo andava errado, ele nos chamará ao arrependimento e oferecerá perdão. Procure ficar em silencio e ouvir o que o Senhor quer lhe dizer. Como Amós, aja de acordo com a voz de Deus.

Deus fala das maneiras mais inesperadas é preciso saber ouvi-lo.

Diácono Luiz C. Fokkelman

A Alegria vem

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. ( Salmos 30.5)

Assim como sol se esconde por trás das nuvens em um dia nublado, mas não cessa de refletir o seu brilho, às vezes a alegria também se oculta por trás das densas nuvens das tribulações.

Nessas horas, quando as lutas tentarem encobrir nossa esperança e fé com nuvens espessas e trevas, lembremo-nos de Cristo. Ele é o sol da justiça e Sua luz sempre há de prevalecer sobra a escuridão, trazendo rumo e iluminação, ate ser dia perfeito.

Em meio às preocupações, precisamos manter-nos calmos para resolver o problema com racionalidade e inteligência, não tomando decisões precipitadas. Não permitindo que tribulações, o tédio e a angústia penetrem o nosso coração. Superemos os momentos de dificuldade e busquemos a alegria e a direção do Espírito Santo. O Senhor há de conduzir-nos pelos caminhos eternos e de mostrar-nos a saída, a solução.

Quando passamos por adversidades, quando os nossos dias estiverem nublados, precisamos trazer à memória o que o Senhor nos prometeu. Devemos Ler a palavra e deixar-nos guiar por ela, uma vez que é lâmpada para nossos pés e luz para nosso caminho (Salmos 119.105). Até porque, por mais escura e aterradora que seja a noite, depois dela vem o amanhã de um novo dia, e com essa manhã uma nova luz e esperança!

Na Paz do Senhor

Diácono Luiz