O verdadeiro Natal

Irmãos,
Podemos observar que há dois Natais que acontecessem todo ano, no mês de dezembro. Um é o natal de Jesus, filho de Deus, Outro é o natal de um Papai que não vem do céu, e que só tem duração de um dia, um natal do comércio e logo se vai, O Natal de Jesus é uma festa de vida e alegria, que vem da alma e do trono de Deus, onde todos comemoraram a sua vinda ao mundo, O Noel, que chamam de Papai, que dá presentes pra crianças, diz ho ho e tem duendes,  foi importado da Europa e habilmente transformado pelo EUA, este você sabe onde ele está?  E onde ele se encontra?  Busque-o nas lojas de consumo…. Fazendo você gastar… Pois hoje virou propriedade de consumo para comprar. Mas o natal de Jesus, é natal que é real, que mesmo antes de um Noel, Ele já havia, e continuou sua existência cumprindo sua missão de trazer salvação ao mundo, em amor, pela vida. Mas há muitos que ainda amam muito mais a fantasia, das árvores, chaminés, renas, trenós inventadas pelos americanos.  Jesus morreu pelo homem ressuscitou dentre os mortos, para assim estar vivo entre nós…. Que natal você vai festejar hoje? O natal de Jesus, que é eterno ou… Jesus quer que você celebre seu nascimento dando seu coração a Ele dedicando este dia para seu louvor, e todos os outros também, Pois parece que só lembramos Jesus nesta época. Ele veio para lhe dar vida. Este é o verdadeiro natal de Jesus. O natal da vida no espírito, O natal que é só para Ele…
Para muitos o natal é uma festa a ser meramente comemorada, dão-se presentes, regalam-se com comes e bebes, festejam entre parentes e amigos.

No entanto, como cristãos, entendemos pela Palavra de Deus que o natal (nascimento de Cristo), representa o cumprimento das muitas promessas a respeito da vinda do Messias, o Salvador da humanidade.
Portanto o natal é bem mais que comemoração: É celebração da salvação.
Quanto ao fato do nascimento de Cristo ser celebrado não deveriam existir discussões. Porém, quanto à data, à forma e o significado deste evento existem muitas controvérsias.

Em primeiro lugar, discute-se muito a respeito do dia separado para esta celebração. Realmente 25 de dezembro não é a data original do nascimento de Jesus Cristo. O dia correto não se sabe, no entanto com alguns cálculos bíblicos é possível concluir que o nascimento se tenha dado em um dia entre os meses de março e junho; Apesar de ter quem defenda que foi próximo ao final de Setembro.
No período que envolve a colheita e a primavera judaica a data tradicional de 25 de dezembro, inicialmente fez parte do calendário romano, quando era comemorado o “Solstício de Inverno” (dia que marca a chegada do inverno e do verão).

Nesta ocasião era realizada uma festa pagã de adoração ao astro sol, que representava para eles a divindade chamada “Sol invicto”. Porém, por influência da presença marcante dos cristãos na vida do império, este dia veio a ser oficializado como do dia da comemoração do nascimento de Jesus Cristo, desfazendo o costume pagão, o que veio a se tornar uma tradição cristã, Malaquias profetizou: [“Mas para vocês que temem o meu nome, nascerá o sol da justiça trazendo salvação em seus raios” (Jesus).

Lembremos que quando Jesus nasceu o mundo estava sob o domínio romano e, no primeiro dia da semana era adorado o “Sol invicto”.
Quando Jesus ressuscitou no domingo, biblicamente, este dia passou a ser chamado “Dia do Senhor”. Até hoje a maioria dos cristãos consagram o domingo à adoração de Jesus Ressurreto.
Que possamos também ter o Espírito Crístico em nossos corações neste natal louvando o nosso Salvador por nos ter tirado do pecado que vivíamos.

Deus os abençoe

Diácono Luiz C. Fokkelman
Presidente da junta diaconal IPB Bancários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.