Orai uns pelos outros

Uma das maneiras mais amorosas de cuidarmos uns dos outros é orando uns pelos outros. Não é sem razão que Tiago orienta nestes termos: “Orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16). Paulo pedia que a igreja orasse por ele próprio: “Irmãos, orai por nós” (1Ts 5.25). E ele próprio também era comprometido com a intercessão em favor dos irmãos em todas as igrejas (1Ts 1.11-12).

A oração intercessória é tão importante para o nosso bem estar espiritual, que esse é um dos ministérios que Jesus exerce por nós, todos os dias, na presença do Pai. Paulo diz que Cristo intercede por nós: “Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós” (Rm 8.34). Este é o ensino de Paulo para todos nós. Precisamos orar intercedendo pelas necessidades espirituais uns dos outros (1Ts 1.11-12).

Quem deve orar? Todos os membros da igreja devem ser dedicados à oração, e com especialidade, os líderes. Todos os líderes da igreja devem orar pelos seus liderados. Pastores, presbíteros e diáconos devem orar uns pelos outros e por todo o rebanho de Deus. Jesus é o nosso maior exemplo.

Por outro lado, Paulo pede oração à igreja: “Orem por nós” (2Ts 3.1). A igreja também deve orar por sua liderança e pelos trabalhos. Trata-se de um dever espiritual de cada membro da igreja. Os líderes são os principais alvos dos ataques do Diabo. Somente com oração não cairão em tentação.

Por quais motivos devemos orar? Devemos orar uns pelos outros para que sejamos fortes, firmes e fieis. Devemos orar para que possamos viver e agir como povo de Deus, dignificando o nome de Jesus, o nosso único salvador. Devemos orar para que Deus possa cumprir todo o seu propósito espiritual na vida de cada um de nós, livrando-nos do mal, enxugando as nossas lágrimas e sarando as nossas feridas (Tg 5.16).

Devemos orar para que o amor aumente uns pelos outros (1Ts 3.12); para que sejamos fortalecidos no poder do Espírito Santo (Ef 3.16); para que Deus abra portas de oportunidades (Cl 4.3); para que sejamos guardados espiritualmente, em santificação e isenção de culpa perante Deus (1Ts 3.13). Oremos uns pelos outros!

No Amor de Cristo!

Rev. Estevão Domingos de Oliveira Neto

rev.estevao@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.