Monthly Archives: abril 2011

Diácono da IPB tem sua casa invadida durante a madrugada

Irmão Diác. Luiz Claudio - Presidente da Junta Diaconal da IPB dos Bancários

Prezados imãos e irmãs, Graça e Paz!

Hoje compartilhamos com todos vocês um momento de muita atribulação vivido pelo nosso querido irmão Diácono Luiz Claudio que é presidente da Junta Diaconal da Igreja Presbiteriana dos Bancários, em João Pessoa e membro do grupo de coordenação de nossa Secretaria presbiterial de apoio às juntas diaconais do PS/PB.

O irmão Luiz, enquanto dormia, na madrugada do dia 23 do corrente, teve a sua residência invandida por um meliante que, além de causar grande transtorno emocional ao irmão e familiares, ainda levou alguns de seus pertences, inclusive, o deixando sem comunicação com grande parte de seus contatos,  e sem um de seus instrumentos de trabalho, o notebook, pois, o irmão Luiz trabalha também com informática.

Ao conversar conosco pelo telefone, o irmão Luiz falou de sua angústia com o ocorrido, que muito o abalou, mas, por outro lado, o mesmo é grato a Deus pelo fato de nada de mais grave ter acontecido, apenas a subtração dos objetos, que poderão ser recuperados ou readquiridos; disse-nos o irmão: creio que tive um livramento de Deus, pois, não cheguei a acordar e com isso não houve confronto com o meliante, fato este que se tivesse ocorrido, poderia redundar em algo imprevisto… “tenho certeza de que o Espirito Santo de Deus nos guardou e mais uma vez nos livrou,” destacou o irmão Luiz.

Recebemos ainda, por e-mail, a seguinte mensagem da parte do Diácono Luiz Claudio:

Boa noite irmão,

Segue o acontecido.

Na noite de 23 para as 24 horas, um suspeito adentrou minha residencia, e furtou um notebook asus eepc preto, modem da claro, um relógio e mais 3 celuares. Sendo que o mesmo entrou também nos nossos aposentos enquanto dormiamos.

Por volta das 3h da manhã escutei um barulho estranho em meu quarto e me passou um arrepio no corpo o que me levou a sair do sono, porem, não acordei. Acredito ter sido o espirito Santo com a sua divína proteção. Pois sabe lá o que teria acontecido se tivesse acordado e me deparado com este sujeito em meu quarto.

Peço aos irmãos que orem para que o meu notebook volte para minhas mãos se assim Deus permitir. Pois tinha muitos trabalhos e estudos dentro dele.

Fique com Deus

Forte abraço

Diácono
Luiz

Pedimos aos irmãos que orem pelo Diácono Luiz e seus familiares, primeiro para que os mesmos se mantenham equilibrados e conscientes de que em tudo devemos agradecer a Deus e, em segundo lugar, que as perdas materiais sejam recuperadas.

A nossa Secretaria se coloca a disposição do Diácono Luiz, no sentido de arregimentar forças entre nós, para ajudá-lo na recuperação de seus bens.

SAF da IPB de Jaguaribe homenageia sua Secretária de Espiritualidade

Carmélia sendo homenageada pela SAF e outros representantes de sociedades da Igreja e do Conselho.

A sociedade Auxiliadora Feminina da Igreja Presbiteriana do Brasil em Jaguaribe, João Pessoa-PB., reuniu boa parte de suas sócias para homenagear a Secretária de Espiritualidade da sociedade, Senhora Carmélia Barbosa.

Carmélia que aniversariou neste dia 27 de abril,  foi surpreendida pelas irmãs da SAF logo após a realização do Culto de Oração, que por sinal, foi dirigido pela anivesariante.

Bolos, salgadinhos, sucos e refrigerantes, como recomenda as mais antigas tradições cristãs, além dos cumprimentos e fotos, marcaram o momento especial de louvor a Carmélia por mais um natalício.

Visivelmente emocioada Carmélia agradeceu a Deus e a todas as irmãs e aos irmãos presentes em sua comemoração.

O Blog dos Diáconos também estava lá e deseja a irmã Carmélia muita paz, saúde e esperança. Que Deus continue lhe abençoando.

Entrevista com o Diácono Fabiano Portela*

Da direita para a esquerda: Caio(Filho), Solange (Esposa), Fabiano Portela (Entrevistado) e Álan (Filho)

Dando continuidade às  entrevistas com os  nossos Diáconos, trazemos hoje, para os nossos leitores e amigos, importante conversa com o Diácono Fabiano Portela.

Você, meu caro leitor, tem toda a liberdade de opinar sobre nossos artigos, bem como, sobre as entrevistas, pois, para nós, sem interatividade o espaço perde parte do seu objetivo.

Boa leitura,

Diácono Eliezer Gomes

SPAJ – Você poderia nos revelar como se deu a sua conversão ao Evangelho?

Diác. Fabiano Portela – Meus pais se converteram quando eu tinha uns 8 anos, por isso considero que me criei na igreja, mas como nem sempre filhinho de peixe, peixinho é, o verdadeiro encontro com Cristo se deu no final de minha adolescência, quando em meio a muitas dúvidas, questionamentos e um forte sentimento de culpa que não me deixava em paz, encontrei em Jesus a paz e certeza que somente por meio Dele podemos alcançar  a salvação.

SPAJ – O que lhe fez chegar a diaconia?

Diác. Fabiano Portela – Sempre estive servindo ao Senhor na igreja local por onde passei e mesmo não sendo diácono sempre procurei cooperar com os irmãos nos trabalhos da igreja. Por força do meu trabalho secular, que me impõe transferências periódicas, nunca havia permanecido por muito tempo em uma mesma comunidade. No entanto Deus permitiu que eu e minha família cooperássemos com os demais irmãos da Igreja Presbiteriana dos Bancários nestes últimos nove anos, conquistando o respeito dos irmãos na fé e respondendo ao chamado do Senhor para serví-lo em sua casa segundo a orientação de Paulo na primeira carta à Timóteo Cap 3.

SPAJ – Como você avalia o trabalho diaconal na denominação presbiteriana?

Diác. Fabiano Portela – Creio que os Diáconos das diversas igrejas presbiterianas, tem se colocado como servo dos servos nas suas comunidades locais e servido ao Senhor da seara em suas igrejas locais, o que é muito bom. No entanto, devemos procurar expandir as tendas. No mundo globalizado em que vivemos não podemos nos isolar em nossas comunidades e esquecer de sermos luz e sal além das nossas quatro paredes. A sociedade carece de homens honestos, piedosos, que sofre com a dor do próximo, e uma parte destes homens somos nós (Diáconos). Devemos ir ao auxílio do desamparado e atendê-lo espiritualmente, bem como minimizar as suas necessidades materiais, agindo assim estamos fazendo a missão de maneira integral. Por isso a iniciativa da Secretaria Presbiterial de Apoio as Juntas Diaconais do PSPB, através do projeto da Central Presbiteriana de Apoio às Vítimas de Calamidades (CP-AVC), é uma iniciativa que estende as tendas além de nossa igrejas em apoio a sociedade civil carente, demonstrando a força do povo de Deus quando organizado e motivado no intuito de fazer a missão que o Senhor nos ordenou de maneira integral.

SPAJ – Como membro do grupo de coordenação da Secretaria de apoio às juntas diaconais, avalie o papel da mesma e aponte pontos de melhorias.

Diác. Fabiano Portela – A secretaria tem sido um fórum de troca de experiência, de junção de forças e um palco para o debate construtivo do trabalho do diácono na igreja local, bem como para a sociedade, com o objetivo de tornar nosso serviço ainda mais relevante do que o é hoje. Creio que como estamos hoje está ótimo, mas como devemos buscar a excelência, pois esta obra é do Senhor Jesus e devemos dar o melhor, visualizo um futuro onde possamos somar os nossos esforços com os demais presbitérios, integrarmos mais junto a sociedade civil e aos órgãos governamentais com intuito de cooperar no apoio aos desabrigados, desamparados, famintos, encarcerados e doentes, segundo o ensino de Jesus em Mt 25: 35 e 36: “pois eu estava com fome, e vocês me deram comida; estava com sede, e me deram água. Era estrangeiro, e me receberam na sua casa. Estava sem roupa, e me vestiram; estava doente, e cuidaram de mim. Estava na cadeia, e foram me visitar”, pois muitos deste são ovelhas do aprisco do Senhor ou serão através da mensagem levada aos ainda não alcançados pela palavra de salvação.

SPAJ – Em algumas igrejas a atuação da SAF (Sociedade Auxiliadora Feminina) é muito forte no trato das questões sociais, algo parecido com o ofício diaconal, o que você pode falar sobre isso?

Diác. Fabiano Portela – As mulheres sempre estiveram trabalhando ativamente na obra do Senhor como se observa em vários textos bíblico, dentre os quais cito: Mc 15:41; Lc 8:3, 23:27, 49 e 55; At 1:14. Embora com tantos afazeres na labuta doméstica, nossas mulheres sempre gozaram de uma disponibilidade de tempo que as permitia dedicar-se ao trabalho social, dentro de um contexto familiar tradicional. Isto prova  que o ofício diaconal antes de ser institucionalizado pela igreja, já era exercido pelos servos e servas do Senhor Jesus. Não quero polemizar se devemos ou não ordenar diaconiza, mas creio que antes de sermos ordenados como diáconos pela instituição igreja, conforme sua constituição ou manual, somos chamados e capacitados por Deus para exercermos este serviço, independentemente de gênero ou ato litúrgico de ordenação.
Por isso você homem ou mulher, ordenado ou não, que ouviu o chamado do Mestre para atender os famintos, aos que tem sede, ao desabrigado e perdido, ao desamparado, ao enfermo e ao encarcerado, o faça com humildade e amor pois quando o Filho Homem vier como Rei dirá: “Venham, vocês que são abençoados pelo meu Pai! Venham e recebam o Reino que o meu Pai preparou para vocês desde a criação do mundo.

SPAJ – Em até 12 linhas, fale ao povo evangélico sobre qualquer assunto que achar conveniente e oportuno.

Diác. Fabiano Portela – Quero deixar como últimas palavras e dentro do contexto da semana santa, as palavras de Jesus no evangelho de Jo 13:13-17, que menciona o episódio do lava pés. Este ato de Jesus que nos constrange a humildade e o serviço ao próximo, lembrado as vezes somente no rito católico romano da semana santa, deve ser vivido dia-a-dia por todos que foram feitos discípulos do mestre. Vivido não como um cerimonial, mas segundo o exemplo do próprio Jesus (v. 15), como Ele mesmo nos diz.
O lava pés era um trabalho humilde, feito por escravos, para lavar os pés dos patrões da casa e daqueles que chegavam de viagem. Não raro, esse trabalho era considerado humilhante. No entanto, esta atividade que seria rejeitada por muitos, foi exaltada por Jesus como símbolo da humildade que devemos ter para com o próximo, e que segundo o próprio Jesus, a prática de tal ato se transforma em felicidade segundo o versículo 17: “já que vocês conhecem esta verdade [lava pés], serão felizes se a praticarem.” Este ensino é de vital importância na vida do servo de Deus e de extrema relevância na vida de um diácono.

* Membro e Diácono da Igreja Presbiteriana dos Bancários, em João Pessoa-Pb.; membro efetivo do grupo de coordenação da Sec. Presbiterial de Apoio às Juntas Diaconais do PS/PB;  Sargento do Exercito brasileiro, incorporado ao 15º Batalhão de Infantaria Motorizada.

Juventude Betesda apresenta: Oficina – “O Cristão e a Cultura”

Informando a todos e a todas, evento cultural promovido pelos jovens da Igreja Evangélica Betesda. Trata-se de uma atividade interessante, pois, trará reflexão entre os jovens e adultos, também. Uma boa oportunidade para a mobilização em torno de uma discussão aberta e franca sobre a Cultura em nosso meio.

O evento terá como palestrante o Dr. Pierre Normando (foto), que é Professor da UFPB, possui Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (1993), Licenciatura em Educação Física pelo Centro de Ensino de João Pessoa – UNIPÊ (1989), Bacharel em Teologia pelo Instituto Teológico Cultural de Ensino – Faculdade de Teologia Avançada de São Paulo (1991), mestrado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (1998), mestrado em Teologia pela Faculdade de Ciências Teológicas do Rio de Janeiro (1996) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(2003). 

Mais informações no cartaz abaixo.

Divulgue aqui as Ações de sua Igreja.

 

Federações de UPH’s realizaram, dia 23/04, na IPB de Mangabeira o 2º Culto de Oração de homens presbterianos

NO ÚLTIMO SÁBADO DIA 23 DE ABRIL DE 2011, NO TEMPLO DA IGREJA PRESBITERIANA EM MANGABEIRA NA CIDADE DE JOÃO PESSOA/PARAÍBA, AS EXECUTIVAS DAS FEDERAÇÕES DE UPHS – PPRB e PSPB, REALIZARAM A 2ª REUNIÃO DE ORAÇÃO DAS UPHs. 
CONTAMOS COM A REPRESENTAÇÃO DE HOMENS DAS SEGUINTES UPHs: MANGABEIRA, JAGUARIBE, CRUZ DAS ARMAS, BAYEUX/SESI (PSPB) e TAMBAY, SAPÉ e CRUZ DO ESPÍRITO SANTO (PPRB). 
SOB A DIREÇÃO DA EXECUTIVA DA FEDERAÇÃO SUL, O PRESB. ALEX (Presidente), DIAC. ELIEZER (1º Secretário), DIAC. FRANCISCO BARBOSA, PRESB. JOSAFÁ (Sec. Presbiterial), e participação dos irmãos Diac. Josvaldo (UPHMangabeira) e Presb. Raimundo (Presidente da UPHMangabeira) e Marcelo Fabian (UPHTambay e Presidente da Federação de UPH-PPRB).
O Rev. Eudes Alves (pastor da IPMangabeira), foi o responsável pela mensagem bíblica que muito edificou os nossos corações.
 
 LOGO APÓS O CULTO QUE CONTOU AINDA COM A PRESENÇA DA CANTORA EVANGÉLICA EDÊNIA MORAIS QUE, ANTES DA BENÇÃO APOSTÓLICA IMPETRADA PELO REV. EUDES,  MINISTROU O HINO ROMPENDO EM FÉ.
 
FOTOGRAFIAS MARCELO FABIAN
O Presbítero Josafá, Sec. Presbterial faz a abertura do Culto de Oração das UPHs
Reverendo Eudes saudando os homens presbiterianos
Alexsandro Balbino, Presidente da Federação de UPHs do Presbitério Sul – Paraíba.
Presbítero Marcelo Fabian, Presidente da Federação de UPHs do Presbitério Paraíba
Momento de Louvor ao Senhor
Da esquerda para a direita: Diác. Eliezer Gomes, Presb. Alexsandro Balbino, Presb. Josafá Albino e Diác. Francisco Barbosa

Coral Samuel Falcão apresenta Cantata da Ressurreição na IP de Jaguaribe com a participação especial do “Coralzinho.”

Outro momento inesquecível do CSF - Cantata de 2008

Em noite muito especial de louvor e adoração ao nosso Salvador, o Coral Samuel Falcão da Igreja Presbiteriana de Jaguaribe, apresentou no templo da mesma, sua belíssima cantata da ressurreição e emocionou aos presentes.

Como acontece todos os anos, o CSF que é regido pelo Maestro Moisés dos Anjos, constrói e apresenta as cantatas de Natal e da ressurreição na IPJ e em outras igrejas e/ou locais públicos ou privados que o convida. Além desses dois momentos, o CSF, apresenta seus cânticos em momentos especiais como na Santa Ceia (mensalmente) e em aniversários, casamentos, formaturas, etc.

Composto atualmente por 26 membros, o CSF é bastante apreciado pelos membros da Igreja e de pessoas que gostam da musica em coro (canto de muitas vozes reunidas).

Na apresentação deste domingo (24-04), o Coral inovou com a participação especial de sua versão infantil, que deu um brilho maravilhoso a apresentação.

Segundo a irmã Carolina que assistiu a toda  apresentação, o Coral a cada ano cresce em qualidade e aperfeiçoa-se de forma surpreendente; … a apresentação de hoje nos tocou o coração, disse ela.

Sob a "batuta" do Maestro Moisés o CSF se apresentou mais uma vez na IPJ

 

O "Coralzinho" composto só por crianças foi o grande diferencial na Cantata.

Divulgue aqui as ações de sua Igreja ou de seu departamento.

Boa Semana a todos e a todas, na Graça de Deus!

Secretaria de apoio às Juntas diaconais do Presbitério Sul – Paraíba.

 
 
 
 

DO DESÂNIMO PARA A INDIGNACÃO QUE GERA AÇÃO!

Isabelle Ludovico

Vivemos permanentemente debaixo de uma avalanche de informações desanimadoras. As notícias diárias provenientes dos jornais e da televisão apontam preferencialmente escândalos e arbitrariedades. Porém, estas denúncias em geral “acabam em pizza” e confirmam nossa suspeita da impunidade que reina neste país. Assim, nos sentimos impotentes diante de tanta injustiça. Quando a indignação supera o nível suportável de tolerância, sentimos o ímpeto de cobrar alguma providência. Mas logo alguém pondera que não surtirá efeito e acrescenta que ainda corremos o risco de passar de acusador a acusado, como tem acontecido com tantas denuncias de abuso sexual onde a vítima é transformada em sedutora conivente.

              O medo de ser perseguido é um dos resquícios da ditadura militar. O abuso do poder por parte de sujeitos fardados continua muitas vezes acobertado pelo corporativismo e o cidadão comum se sente desprotegido diante da morosidade da justiça. Reclamar, exigir o respeito de seus direitos, não faz parte da índole brasileira. Para viver em boa paz e não ter inimigos, o brasileiro se dispõe a agüentar calado as injustiças praticadas debaixo do seu nariz. Ele não percebe que assim ele se torna cúmplice e co-responsável.

              Existe um tipo de informação que, pelo seu cinismo, acaba gerando alienação e apatia. Doses diárias de violência verbal e visual propiciam uma insensibilização sutil. Programas de televisão sensacionalistas podem até suscitar um prazer sádico e alimentar o lado mais sombrio da personalidade humana. Este voyeurismo perverso macula a dignidade do ser humano. Precisamos reagir contra esta banalização da violência e esta assimilação quotidiana da injustiça que nos envenena. A informação deve ser avaliada com um espírito crítico e deve levar a uma ação responsável em prol do bem comum. Exercer seus direitos e deveres de cidadão não é um luxo opcional para as horas vagas: é uma obrigação de cada indivíduo. A omissão de hoje poderá se reverter em tragédia amanhã.

              Que sociedade estamos construindo para os nossos filhos? O exercício da cidadania começa dentro de casa, exige coerência, compromisso com o próximo e solidariedade. Uma informação mal digerida provoca náusea, mas gera apenas desânimo. Uma informação passada pelo crivo da crítica pode produzir uma mudança importante: mudança de consciência em primeiro lugar, mudança de perspectiva e mudança de comportamento. Esta informação bem aproveitada pode ser a semente de uma transformação benéfica do indivíduo e posteriormente da sociedade.

              É de vital importância que nosso individualismo exacerbado se transforme em solidariedade. O modelo neoliberal amplifica o processo de exclusão da maioria em benefício de uma minoria insaciável. Os efeitos nocivos só poderão ser corrigidos se conseguirmos sair desta nossa omissão social para nos tornarmos protagonistas de mudanças. Este desejo nos colocará em contato com outras pessoas movidas pela mesma intenção. Se o desânimo é contagioso, o entusiasmo também. Cabe a nós escolher qual destas duas emoções vai reger a nossa vida.

              Ser sal e luz no mundo significa exercitar o Amor, a Esperança e a Fé fundamentados em Cristo. Ser cidadão do Reino de Deus significa promover estes valores a partir do testemunho da nossa própria vida. Em vez de nos deixar paralisar por informações sensacionalistas, vamos selecionar nossas fontes de informação e ser porta-vozes de boas notícias que nos levem a apoiar iniciativas construtivas. Os meios de comunicação são sensíveis à nossa opinião. Elogiando assuntos interessantes e criticando informações distorcidas e programas medíocres, contribuiremos para um direcionamento mais edificante. Como cristãos, devemos nos posicionar diante de assuntos como justiça social, aborto, homossexualismo, política, abuso sexual, corrupção… Porém nossa intervenção será ainda mais eficiente se nossas palavras forem apoiadas em ações concretas que contribuem para reverter o mal e promover a dignidade e a justiça social.

 

ISABELLE LUDOVICO DA SILVA – Psicóloga clínica, com especialização em Terapia Familiar Sistêmica, isabelle@ludovicosilva.com.br

Ele Ressuscitou!

Rev. Estevão e sua Esposa, Quitéria

Estamos celebrando a ressurreição do nosso Redentor, o Senhor Jesus Cristo. Proclamamos que Ele está vivo, entronizado junto ao Pai, assim como está presente na vida da Igreja. Proclamamos que a sua morte garantiu a nossa reconciliação com o Pai e a sua ressurreição é o penhor da nossa esperança. Assim como Ele ressuscitou, um dia, na Sua Vinda, nós também ressuscitaremos. Naquele dia o nosso corpo mortal se erguerá das entranhas da terra, será transformado, e subirá glorificado à presença de Deus.  A ressurreição de Jesus representou a autenticação da sua obra, a legitimação do seu sacrifício e a consumação da sua vitória sobre o diabo, o mundo e o pecado.

O mundo questiona a ressurreição de Jesus e tenta desqualificá-la. Foi assim desde o princípio (Mt 28.11-15). Sabendo que o mundo “jaz no Maligno” (1Jo 5.19), é fácil compreender a origem e o interesse do mundo. A Igreja não foi erguida sobre o fundamento de uma mentira. O milagre da ressurreição foi testemunhado por muitos e veio a ser o fundamento seguro da fé que tem movido, alimentado e saciado o povo de Deus no correr dos séculos.

A verdade é que, se desde o princípio a mensagem da cruz causava perturbação e resistência (1Co 1.18-25), é assim também com a pregação da ressurreição (At 17.18). O fato indiscutível é que enquanto o tempo lança pó sobre as lápides que identificam as sepulturas de reis e profetas, de sábios e filósofos, e dos fundadores das mais expressivas religiões, o túmulo de Jesus está vazio.

A ressurreição de Cristo é a garantia da nossa justificação. Cristo destruiu os grilhões da morte e triunfou sobre ela na sua ressurreição. A morte foi vencida e em breve será lançada no lago de fogo (Ap 20.14). Um dia, o nosso corpo de humilhação também se erguerá da sepultura e brilhará em glória por toda a eternidade no novo céu e nova terra.

Finalmente, enquanto o mundo resiste ao testemunho da ressurreição, nós seguimos as pegadas daquele que esteve morto, mas ressuscitou; daquele que se fez servo, sendo o Rei dos reis. Seguiremos servindo àquele que é o juiz de vivos e de mortos e diante de quem todos comparecerão no fim.

Veja este vídeo, muito inspirador  (Grupo Vida/MT). http://www.youtube.com/watch?v=ho6tBiIrfuk&feature=fvwrel

 

 Rev. Estevão Domingos – E-mail: rev.estevao@gmail.com

(83) 3247.6551 / 8772.5736

IGREJA PRESBITERIANA DE JAGUARIBE

“Somos Uma Igreja Viva Que Proclama o Deus Vivo!”

Av. Aderbal Piragibe, 381, Jaguaribe –  (83) 3221.8631

Cep. 58.015-000 – João Pessoa – Paraíba – Brasil

 

Carta dos Missionários Willian e Suelen

Missionário Willians e Suelen Borba

Recebemos com muita alegria, e divulgamos a seguir, a carta enviada pelos nossos queridos irmãos, Missionários  Willian e Suelen (foto), que encontram-se na cidade de Borba-AM. Lá, esses irmãos teem dedicado suas  vidas à Obra do Senhor. Como verdadeiros desbravadores, os irmãos fizeram nascer e crescer a Igreja de Jesus Cristo naquele rincão.

Louvamos a Deus pelas vidas desses irmãos.

Leia à integra a missiva de Willian e Suelen.

Mais 3 meses se passaram desde a nossa última correspondência. Nossa Congregação continua recebendo visitantes todos os domingos. Os discipulados continuam firmes. A freqüência nos cultos semanais tem aumentado e a assiduidade dos irmãos nos cultos dominicais tem se mantido. A família Bom Jesus foi BATIZADA em Março e é mais uma família que já começou a trabalhar. Eles realizam cultos com crianças aos sábados e levam todas à igreja no domingo pela manhã. Algumas vão sozinhas nos cultos de terça-feira e também aos domingos à noite. É bom ver esses irmãos animados no trabalho do Senhor e colhendo frutos. A aluna de violão de nossa igreja está acompanhando esse trabalho tocando no momento de cânticos. Agora já são 3 que tocam violão na igreja e uma outra está aprendendo. Dois irmãos adultos fazem teclado e duas crianças iniciaram esse mês a flauta doce. A dificuldade que tínhamos quando saíamos do campo está praticamente resolvida, já que temos agora quem cante e toque nos cultos em nossa ausência. É animador ver esse resultado. O BARQUINHO continua bem, graças a Deus. não tem afundado e está reformado e pintado. Estamos esperando juntar dinheiro para mandarmos ele de volta para Manaus para que seja enviado à outra Congregação ribeirinha que tenha mais necessidade e condição de mantê-lo. Decidimos por não vendê-lo, já que foi um presente para nós. Como não conseguimos cuidar dele como precisa, é melhor que seja usado com o objetivo que nos foi dado em uma outra localidade, com um obreiro que o use mais ou tenha mais condição de sustentá-lo. A Igreja de Manaus saberá escolher alguma congregação para isso. Deus tem nos dado paz nessa decisão mais do que na venda dele. Temos a melhor notícia de todas. SUELEN ESTÁ GRÁVIDA. Que alegria para nós! Os irmãos da Congregação vibraram com a notícia, algumas irmãs até choraram com Suelen quando souberam. Nossa família está muito alegre e os novos vovós e titios ansiosos já programando as compras. Como é bom estar com um filho a caminho depois de 1 ano de tentativas e da resposta médica ser contrária à nossa vontade. Deus é maravilhoso! Cremos que veio quando deveria vir, quando estamos prontos. Agradeça a Deus conosco por este motivo e continue em oração pela saúde dele ou dela. Ainda está com poucas semanas, mas já é tão amado(a) e esperado(a)!

Continue orando pela aquisição de um TERRENO, e futura construção do templo. Estamos aguardando um apoio financeiro da JMN. Obviamente isso deve entrar no orçamento anual mediante apresentação de um projeto. Estamos trabalhando nesse projeto. SAÚDE DO SR. ADÃO, é motivo de nossas orações. Ele é o vovôzinho da Igreja, o mais velho, com 92 anos e está bastante debilitado em sua saúde pulmonar. Ele que não perdia um culto, agora já não está mais podendo ir à igreja. Contudo fazemos várias visitas semanais a ele. 

Obrigado por estar conosco em Borba. Pr. Willians, Suelen e bebê Borba.

Que em tudo e em todas as coisas Deus seja glorificado.

Pastor Willians em ação na comunidade

Quem são eles:

Willians da Silva Borba, Ministro do evangelho de Cristo pela Igreja Presbiteriana do Brasil, 30 anos, paulistano, casado com Suelen Medeiros da Rocha Borba, Esposa, 26 anos, paraibana de João Pessoa servindo ao Senhor Jesus em Borba no Amazonas.

Contato: williansesuelen@hotmail.com R. Cel. Pedro de Souza, 1692 Bairro: Recreio, Borba-AM Cep 69200-000 Fone Residencial 92 3512-1974 Willians Cel: 92 8814-1646 Suelen Cel: 92 8816-7270

Jovens Presbiterianos realizam atividades esportivas durante o feriado de Tiradentes.

Diretoria da Federação de UMP's do Presbitério Sul da Paraíba.

O feriado de Tiradentes (último 21 de abril) foi marcado por fortes chuvas na cidade de João Pessoa-PB, no entanto o mau tempo não inibiu inúmeros jovens presbiterianos de participarem pela 12ª vez da edição dos já consagrados, Jogos da Federação de UMP’s (União de Mocidade Presbiteriana). O evento é promovido  anualmente pela Federação do Presbitério Sul da Paraíba, da Igreja Presbiteriana do Brasil, e este ano foi realizado no Ginásio Poliesportivo do Liceu Paraibano. Desde o ano de 2000 essa história vem sendo escrita com grande êxito, jovens de diversas Igrejas se reúnem para disputas de futsal e vôlei, e nos dois últimos anos, também de xadrez e playstation. O resultado é infalível, nos beneficiamos com momentos únicos de demonstração de confraternidade. Os XII Jogos tiveram início as 09:00 com um momento devocional, em seguida houve a execução do hino nacional e hino da Mocidade Presbiteriana, instante em que a atleta Micheline Meneses entrou no Ginásio conduzindo a Tocha da UMP e todos os presentes puderam acompanhar um espetáculo pirotécnico. Concluída a cerimônia de abertura, as partidas começaram, e se estenderam por toda a manha e parte da tarde, foram disputados jogos alternados de futsal e vôlei, as modalidades de xadrez e playstation  eram realizadas simultaneamente. Com o importante apoio da cantina, atletas e torcedores se sentiram bem a vontade e dispostos a acompanhar todas as atividades esportivas. No final, os resultados foram os seguintes: Campeã e vice-campeã de xadrez – as irmãs Vivian Rodrigues (UMP Cristo) e Lilian Rodrigues (UMP Cristo), respectivamente; Campeão e vice-campeão de playstation – Matheus Felipe (UMP Rio Tinto) e Stanus Sousa (UMP Rio Tinto), respectivamente; Campeão e vice-campeão de Vôlei – UMP Cristo e UMP’s Jaguaribe/Filadélfia, respectivamente; Campeão e vice-campeão de Futsal – UMP Cristo e UMP Mangabeira, respectivamente.

A Federação de UMP’s contou ainda com o apoio do site www.eliezergomes.com onde você pode ver galeria com as principais fotos do evento e www.blogdiaconos.wordpress.com o mais novo Blog da Secretaria Presbiterial de apoio às Juntas Diaconais do Presbitério Sul da Paraíba.

Walter Lúcio Barbosa Filho
Fé em Jesus, guarde-a!

Clique aqui e veja as fotos =>>>> http://www.eliezergomes.com/galerias/0132/

A SALVAÇÃO EM SUA TOTALIDADE (1ª Parte)

Estamos vivendo o tempo no qual somos convidados a refletir sobre a vida e o sacrifício de Jesus. Neste propósito, não devemos buscar a pura satisfação da curiosidade pessoal, nem alimentar efêmeros e transitórios lamentos de dor pelo que aconteceu; devemos sim, com diligência e humildade, louvar a Deus pela nossa Redenção em Cristo e considerar todas as implicações da obra de Jesus para a nossa vida hoje. O anjo disse a Maria que Jesus nasceria para salvar “o seu povo dos pecados deles” (Mt 1.21). Portanto, Jesus estava comprometido com a salvação do seu povo. Concluída a sua missão na terra, Ele ordenou que os seus discípulos atentassem para os seus ensinos e anunciassem a Sua mensagem salvadora a todas as pessoas em todos os lugares.
Ao ordenar a pregação do Evangelho, Jesus adverte de que a mensagem da salvação devia ser anunciada em sua totalidade. Disse Ele: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15). Aqui Jesus usa as expressões “todo mundo” e “toda criatura”. Isto indica a totalidade do alcance da pregação. No Evangelho de Mateus, Jesus disse: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações…” (Mt 28.19). Também aqui, a expressão “todas as nações” indica a totalidade do alcance da pregação.
Em seguida, ainda em Mateus, depois da ordem para que os seus discípulos fossem às nações fazer discípulos, Jesus completou: “…ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado” (Mt 28.20). Neste ponto Jesus declara que devemos ensinar “todas as coisas” que Ele ordenou. Aqui ele trata sobre o conteúdo do evangelho. Assim, o evangelho deve ser anunciado em todos os lugares, a todas as pessoas e expressar tudo quanto Jesus ensinou.
Ao pregar o evangelho não podemos ocultar nada do seu conteúdo. Temos que dizer toda a verdade e destacar todas as suas implicações. Ao pregar o evangelho devemos dizer ao homem o que ele precisa ouvir e saber, antes de falar sobre o que ele deseja ouvir e saber. No entanto, esta mensagem precisa ser proclamada com compaixão, misericórdia e amor. Não devemos ser “agressivos” ao confrontar a graça do evangelho com o modo de viver das pessoas que ainda não conhecem a mensagem da salvação em Cristo.

Pr. Estevão Domingos de Oliveira

Igreja Presbiteriana de Jaguaribe

Diáconos fazem visita ao Lar Evangélico para Idosos do Maanain em João Pessoa

Cumprindo  programação elaborada em sua última reunião ordinária, a Secretaria de apoio às Juntas Diaconais do Presbitério Sul-Paraíba visitou, na tarde de hoje, o Lar Evangélico para Idosos do Maanain que está localizado no conjunto dos Bancários, oportuniade em que fez a entrega de produtos de limpeza e higiene pessoal para uso interno.

Composta de uma estrutra física considerada boa, mas, precisando de reparos e substituição de alguns móveis e utensílios, o Lar abriga 10 idosas que sobrevivem de suas pensões e/ou aposentadorias (à base de salário mínimo) e pequenas ajudas de voluntários e orgãos públicos.

Uma equipe de irmãos e irmãs da Igreja Presbiteriana dos Bancários já vem, a algum tempo fazendo um trabalho junto àquela comunidade em visitas constantes e com ajudas em mantimentos e até medicamentos.

A secretaria de apoio às juntas diaconais, que esteve presente com nove diáconos, representando as Igrejas Presbiterianas de Jaguaribe, Bancários, Bayeux e Valentina, visitou as dependências, conheceu as idosas internas, as funcionárias e alguns colaboradores presentes e conversou com o responsável pela casa, Reverendo Edson.

Ao finalizar a visita, o Secretário Presbiterial Eliezer Gomes respaldado pela coordenação da Secretaria, se comprometeu a incluir o Lar dos Idosas do Maanain como um dos beneficiários das futuras campanhas desenvolvidas pela CP-AVC – Central Presbiteriana de Apoio às Vítimas de Calamidades, que encontra-se em fase de criação.

O Reverendo Edson que está à frente do Lar Evangélico de Idosos do Maanain acerca de 1 ano, informou que se sentia feliz com a presença dos diáconos e se comprometeu a montar um vídeo enfocando a realidade do Lar dos idosos e entregar a CP-AVC para que sirva como instrumento de divulgação na comunidade evangélica.

Membros da Secretaria Presbiterial de Apoio às Juntas Diaconais do PSPB, Irmãos e irmãs da IP Bancarios e algumas idosas durante a nossa visita.

O Reverendo Edson, responsável pelo Lar Evangélico dos Idosos do Maanain fala para os diáconos sobre as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia da instituição.

As queridas irmãs do Lar precisam, na realidade, do apoio para que possam ter uma terceira idade com melhor qualdade de vida.

Momento especial, quando os diáconos se despedem das idosas. Elas ficaram muito felizes com a visita.

    Fotos registradas pelo Diácono Eliezer Gomes